Coisas boas que se apanham na rede

AI SE EU FOSSE COMO O FERNANDO PESSOA

Se eu fosse como o Fernando Pessoa
não adormecia sem ser poesia.

Se eu fosse tão Pessoa quanto o Fernando era
dava tudo o que tenho em vez de ficar à espera.

Arriscava o rabo burguês
da minha acolchoada lucidez
na poça mais fétida da desgraça…

Ai, tudo em mim voa quando rima com Pessoa!

Mais que gente, sinónimo de amor ardente,
é uma costela aninhada na trincheira da memória.
(não sei se isto vale pela rima ou pela história…)

Se é Pessoa, a verdade soa.
Mesmo que doa e doa e doa.

Gamado aqui.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to Coisas boas que se apanham na rede

Os comentários estão fechados.