Libertado Gorki em Havana

O músico da banda punk-rock Porno para Ricardo, conhecida pelas suas críticas ao regime cubano, foi libertado, depois de passar quatro dias detido. Foi multado em 17 euros pelo crime de “desobediência”. Gorki Ávila foi inicialmente acusado de “perigosidade social”, crime que em Cuba permite uma condenação até a quatro anos de cadeia. A banda Porno para Ricardo é conhecida pelos seus temas em que chama a Fidel Castro o “coma andante” e por um tema em que satiriza Raul Castro (“O general chegou a comandante”). Gorki já esteve preso dois anos acusado de tráfico de droga, num processo controverso.
Para conhecer algumas das bandas alternativas cubanas, veja este documentário.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to Libertado Gorki em Havana

Os comentários estão fechados.