o rap da Física (CERN)


CERN Rap from Will Barras on Vimeo.

Um vídeo muito pedagógico de Katherine McAlpine. Mais informação no artigo no New Scientist.

Este vídeo lembrou-me os meus amigos do Departamento de Física do Técnico, e em especial o J. D. Deus com a sua aula sobre o início do Universo.

(encontrado via Rupert)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a o rap da Física (CERN)

  1. Luis Moreira diz:

    No outro dia vi o meu amigo Zé Barbosa a ser entrevistado na RTP 2 por estar a trabalhar com a NASA depois de ter passado alguns anos no CERN!Durante anos dei-lhe boleia para a escola. Aqueles olhos já nessa altura não enganavam.Andei a explicar a um cientista do CERN que as namoradas nem sempre são para compreender…

  2. Luis Rainha diz:

    Fa-bu-lo-so. Só espero que ainda tenham tempo para gravar a sequela, antes que o buraco negro que ali vão fabricar nos engula a todos…
    😉

  3. LF diz:

    belo pedaço de propaganda. se fizerem um buraco negro dançam o quê?

  4. LF diz:

    bem, ao menos o link para o new scientist oferece um outro link na caixa de comentários, onde andam sempre as melgas refractárias, e temos assim um site com uma discussão séria sobre o cern, para contrabalançar a propaganda – http://www.lhcfacts.org

    que tal isto? micro buracos negros em acumulação em cerca de 50 meses, ou seja, alguns 4 anos. lá para 2012 podemos ser engolidos (onde é que eu já vi esta data [algum calendário maia?!])

    tanta moral nos costumes e tão pouca discussão sobre ética quando chegamos aos átomos…
    enfim, a ciência é sagrada, gloria in excelsis!
    (toma lá video para ouvir e dançar: http://br.youtube.com/watch?v=3MX1tnVQ3ss&feature=related)

  5. Luis Moreira diz:

    LF é sempre possível desligar o micro-ondas antes do buraco negro nos sugar (tambem somos sugados pelo Estado e pelos políticos,banqueiros etc e não é por isso que isto acaba em 2014…)

  6. LF diz:

    Luís Moreira, apesar de tudo, os banqueiros, os políticos e o fisco não desestabilizam a matéria mas apenas o material. e já reparou como a comida explode dentro do micro-ondas? se não houver consciencialização pública dos riscos do cern provavelmente vão precisar do aparecimento do buraco negro para terem a facticidade que comprove que o empreendimento é um risco dos grandes. tipo grandes como o big-bang, tipo «boom!», não sei se me faço entender…

  7. Carmen Cravo diz:

    pois, pois…. é tudo muito bonito, mas eu é que queria ir ao Cern e não fui…

Os comentários estão fechados.