a energia do senhor governador

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a a energia do senhor governador

  1. Planetas diz:

    O Primo Constâncio bem que podia usar toda essa Genica Nuclear para ver se o BCE desce um pouco as taxas de juro…

  2. Planetas diz:

    pena que o primo Constâncio não use essa genica Nuclear para que o BCE para com a subida das taxas de juro…!

  3. Pedro K(Costa) Ferreira diz:

    A independência dos bancos centrais implica que eles se concentrem na política monetária e se abstenham de mandar bitaites sobre outros assuntos. Até porque se o poder político disser alguma coisa sobre a política monetária eles defendem a sua independência com unhas e dentes.

    Se Constâncio falou sobre a política energético-ambiental bem poderia estar calado e mostrou a prepotência de quem não pode ser removido por ninguém do seu posto e se atribui a si próprio um salário superior ao de Ben Bernanke e ao que Greenspan tinha.

    Já se esperava que os bancos centrais viessem com essa cantiga do nuclear. No fundo querem desculpar o seu fracasso no combate à inflação: a única e exclusiva coisa que se lhes pede que façam.

    A inflação não vem só dos preços da energia e da alimentação (e mesmo que o fosse: o mandato que eles aceitaram foi de controlar a inflação em todas as circuinstâncias): a inflação vem da atitude negligente que os bancos centrais (e não se dsculpem com o Fed: a política monetária europeia é decidida por Trichet, Constâncio e seus comparsas) tiveram ao loongo dos últimos dez anos.

    Porque na macroeconomia o que se faz, de bem ou mau hoje paga-se ou recebe-se com juros daqui a 5 a 10 anos.

    Constâncio: RUA.

  4. Tem, literalmente, pernas para andar. Muito bom. O truque da triplicação faz-me lembrar um que tu fizeste sobre o nuclear francês, salvo erro.

Os comentários estão fechados.