Manual de conduta para governantes coléricos

O primeiro-ministro respondeu à crítica da deputada Ana Drago de que o governo não fazia nada de esquerda, apelidando-a de “arrogante” e referindo a sua pouca idade.
Há umas semanas, o nosso maior estadista, o mesmo José Sócrates, dirigiu-se a Francisco Louçã dizendo-lhe: ” Você não tem idade nem currículo …”.
Hoje, afirmou que os mais de 200 mil manifestantes, contra a política laboral do governo, não o impressionaram, devia ser uma questão de idade…
Confesso que estou um pouco estafado com esta contabilidade tão profunda. Talvez fosse mais interessante que o líder do PS dissesse quais são as medidas de esquerda, para reduzir as desigualdades sociais, defender o trabalho e combater a pobreza, que vai promover.
Argumentar que deu emprego a José Lello e a Vitalino Canas não conta. A caridade deve fazer-se em silêncio e sem ostentação.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

13 Responses to Manual de conduta para governantes coléricos

Os comentários estão fechados.