Technical English for dummies

Claro que é cómico ver o nosso primeiro a contorcer-se para inventar umas silabazitas numa espécie de Inglês. Mas igualmente desopilante é a resposta que o autor do chistoso post onde encontrei o vídeo endereça a um comentador inglês: “You don’t know the all story about this and about him. A did understood what he said. It’s not only that we are laughing about.”
Isto num blogue dedicado à educação. Acertou em cheio o tal comentador britânico: “Portuguese love to be critics eh?” Pois. Desde que seja só dos outros.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 respostas a Technical English for dummies

  1. Vasco diz:

    Subitamente fiquei com imensas saudades do Jorge Sampaio.

  2. Dá para rir porque é nosso, identificamo-nos (quando um estrangeiro erra no inglês, nem ligamos).

    Mas para os saloios que fizeram comentários no sítio ainda fica aquela dupla fruição: o prazer de se acharem melhores do que o patrão e as cócegas na ferida da inferioridade nacional (cuja culpa é sempre dos outros).

  3. antonio diz:

    Ora também… O Sampaio era de Sintra e viveu em Boston em miúdo, este é ali de chima e aprendeu inglês na província e depois no último ano da faculdade…. já muito faz ele em não tropeçar (demasiado) no português. Isso tem cura…
    Digo eu, mas a minha opinião aqui não conta, eu sou um fantoche.

    já agora: o meu italiano é melhor que o do Mourinho (todo aprendido ‘sulla via’…) mas nem por isso ganho o que ele ganha. Azar o meu (e do meu italiano…)

  4. me diz:

    «e depois no último ano da faculdade…. »

    Did he, now?

  5. Vasco diz:

    O jeito para as línguas e a sorte de as aprender quando se é novo não são propriamente de louvar. Também não duvido que o inglês dele seja melhor que o da generalidade dos seus críticos. Mas não deixo de me surpreender pela lata de Sócrates em improvisar declarações em inglês. Um papelinho com um parágrafo escrito em 5 minutos por um membro da equipa seria uma simplex solution para um problema óbvio.

  6. Ricardo Santos Pinto diz:

    Inglês corrente não é com o sr. Sócrates. Ele é mais Inglês técnico.

  7. Luis Moreira diz:

    Isto é um bocado humilhante.Mas estes tipos na juventude, em vez de estudar,ou ir passear para fora e aprender alguma coisa,andam nas Jotas!

    Tudo se paga!

  8. Sérgio diz:

    Se todo o mal que o Socrates faz a esta nação fosse ser um palhaço alvo de chacota dos seus pares europeus, ainda vivia eu em Portugal.

Os comentários estão fechados.