E vossemecês?

Seriam capazas de denunciar um ex-patrão incompetente e aldrabão?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a E vossemecês?

  1. The Studio diz:

    Então o que é que o Luis Rainha acha da proposta do Francisco Louçã apresentada ontem no parlamento para resolver a precaridade? Que todos os que tenham trabalhado durante 1 ano, seja com contrato a prazo seja com recibos verdes sejam integrados imediatamente nos quadros, quer do estado, quer das empresas para as quais trabalharam.

  2. Luis Moreira diz:

    É o que tem acontecido cá no burgo.Todos efectivos,sem avaliação e com progressão assegurada.Chegamos onde chegamos.O meu filho trabalhou na Holanda,como arquitecto.Diz ele:20% das pessoas rodavam ao fim de alguns meses.A empresa e eles próprios não estavam satisfeitos com a relação.Os mais velhos,encurtavam o horário de trabalho a troco de uma diminuiçõa de vencimento.O núcleo duro 60% dos trabalhadores ganhavam muito bem e ninguem pensava em sair da empresa.No que diz respeito ao meu filho esteve lá 3 anos,tendo voltado para Portugal.Montes de arquitectos jovens portugueses,bem pagos e muito procurados ( Forum Almada,Hotel do Chiado,Forum Aveiro,Coimbra,Casa da Música…).Na Holanda ninguem quer ficar onde não é desejado.Mas o patrão trata-os como colaboradores.Aqui põem-nos a tirar fotocópias, a receber a salários mínimos e a recibo verde!
    A proposta do Louça é mais do mesmo!

Os comentários estão fechados.