Lisboa em festa (1)

25 de Abril. O meu filho de 4 anos, já aborrecido pela falta de gelados e pelo desfilar interminável de gente mortiça, salta para o alcatrão ao ouvir tambores. Agarra-se com uma mão a uma amiga de ocasião e com a outra ao pano do Bloco. E lá vão eles a dançar Avenida abaixo. Não sei se foi metáfora ou premonição. Mas foi giro de ver.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Lisboa em festa (1)

  1. alx diz:

    Também por lá andei com a minha pikena de três anos. Mas tive mais cuidado. Mostrei-lhe ao longe a “procissão” e dancei eu com ela. E expliquei-lhe que mesmo a dançar não nos podemos esquecer de avaliar a qualidade da música…

  2. cristã diz:

    A criança de quatro anos começa por ter medo e quer colo. Mal se vê às cavalitas do pai, assiste à manifestação, impávida, sem fazer perguntas, como se não fosse nada com ela. De repente, a caminho de casa, e quando parece que já há por ali muito sono, o berro: “25 de Abril sempre, ‘faz cinco’ nunca mais”.

  3. rms diz:

    Aqui se prova que começamos desde criança a fazer os maiores disparates para nos aproximarmos de uma miuda…

Os comentários estão fechados.