fritzl: já devíamos saber que não se confia em austríacos com bigode

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 respostas a fritzl: já devíamos saber que não se confia em austríacos com bigode

  1. j diz:

    Qual é a piada, num assunto que não tem piada nenhuma!?
    E o que é que o cu (bigode) tem a ver com as calças (cérebro horroroso do animal)!?
    Por acaso quem usa bigode, particularmente os austríacos, é revelador de perfil tão horrível!?

    Ó Pedro, você até sabe fazer bonecos com piada e com todo o sentido.
    Mas, neste caso, acho que o boneco saiu à casa.

  2. mariadosol diz:

    Querem lá ver que o jota esqueceu que o Adolf e tal… não era alemão?

    (desculpe lá Pedro, que vc não precisa de legendas além da suas, mas o jota despertou a costela pedagógica que existe em mim rsrsrr)

  3. c diz:

    Excelente.

    O aficionados dos estereótipos, não irão decerto compreender…

  4. Bem, j, hoje está zangado. Quer cérebro mais animal que o do Adolfo “Bigode” Hitler?

  5. Fred diz:

    Hitler j, hitler

  6. Ines Meneses diz:

    Ihihihih… estava a ver que não!, os pobres belgas bem tiveram que levar com anedotas sobre pedófilos, acho que os austríacos estão muito bem posicionados para competir pelo posto de psicopatas.

  7. j diz:

    Eu uso bigode desde que me começaram a crescer os pelos e fui bem precoce e não tenho culpa destes dois austríacos não merecerem o bigode que usam.

    Mas, confesso, não me lembrei que o «Adolf e tal… não era alemão» (obrigado, mariadosol).
    Por isso, o boneco faz sentido, pedindo desulpa ao Pedro Vieira.

    E, já agora, Ana Matos Pires, eu não estava “zangado”, fui é ignorante.
    E, não sei se sabe, mas o bigode dá muito jeito ::))

  8. mariadosol diz:

    jota (j). Não precisa de agradecer. E ficou-lhe bem reconhecer que não se tinha lembrado. Podia não o ter feito. Só por isso e porque aprecio gente que é gente e por isso também se engana, um grande :))))

Os comentários estão fechados.