Liberdade a plenos pulmões

Palau dels Esports de Barcelona, Janeiro de 1976. A liberdade era ainda uma promessa. As fardas da ditadura ainda mandavam em Madrid e matavam. Milhares de pessoas juntam-se para ouvir as canções proibidas de Lluis Llach. O Pavilhão canta a plenos pulmões a música que garante que se todos quisermos vamos fazer cair a ditadura. Nessa noite corajosa, as pessoas gritam: Amnistia e liberdade (para ouvir clique na imagem).

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to Liberdade a plenos pulmões

Os comentários estão fechados.