O caos a quem o trabalha

Morreu Edward Lorenz “pai” da teoria do caos. Tinha 90 anos. Cá na terra ficamos na mesma, mas mais pobres

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a O caos a quem o trabalha

  1. ezequiel diz:

    pois é, cá na terra estamos cada vez mais caóticos..nao há borboletas suficientes!! vespas não faltam, mas borboletas nadinha…poderiamos arranjar umas abelhinhas (o mel, pelo menos) ehe he

    ainda não li este senhor Lorenz? é muito complicado, Nuno? Não deve ser. A malta do MIT é muito “socially conscious”, dizem as más-línguas. Faz-me impressão, esta coisa de se formular uma teoria do caos. Do caos, no less. Ao ver este senhor aqui citado, recorri à net e encontrei um artigo de revista na qual o autor escreve o seguinte:

    “He (Lorenz, mine) inadvertently ran what seemed like the same calculations through a creaky computer twice and came up with vastly different answers. When he tried to figure out what happened, he noticed a slight decimal point change – less than 0.0001 – wound up leading to significant error. That error became a seminal scientific paper, presented in 1972, about the butterfly effect.”

    O butterfly effect e os processos comunicativos actuais, hey?

    RIP Prof. Lorenz. 🙁

    Mas, agora a sério, Viva ao Sporting! 🙂 🙂 foi uma dança de borboletas!

  2. Tárique diz:

    Para um sistema ser caótico tem necessariamente o efeito borboleta, ou seja, a mínima diferença nas condições iniciais resulta em diferenças enormes nos resultados. Na prática torna um sistema imprevisível a longo prazo (porque condições inicias iguais não existem na prática). Se não me engano lorenz deparou-se com este tipo de sistemas ao construir um modelo simplificado de um fenómeno atmosférico (cuja representação 3 D se parece com uma borboleta). Contrariamente ao que parece ser a ideia comum, há sistemas caóticos cuja descrição matemática é muito simples.

    A mais conhecida ilustração de um sistema caótico:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Lorenz_attractor#The_butterfly_effect_in_the_Lorenz_attractor

Os comentários estão fechados.