Fazer a festa, lançar os foguetes

 scs1.jpg

A propósito da agressão com que um aluno de 14 anos brindou o presidente do Conselho Executivo da sua escola, lê-se no Atlântico um irado desabafo do bravo André Azevedo Alves. Este preclaro paladino da ordem acha muito mal que a «esquerda portuguesa aponte sempre que o que faz falta é mais “social”». E lá vão «segurança e ordem pública» para o maneta, coisa natural num país sempre de joelhos ante «a ânsia de conformidade com os ditames do politicamente correcto».

Para provar esta acusação, AAA apresenta-nos dois links. Pensar-se-ia que pelo menos um deles apontaria caminho para um comunicado do Bloco a recriminar o professor por ter o crânio tão duro que magoou a mão da pobre criança. Mas não. As duas ligações vão parar ao mesmo sítio: um post de outro blog do AAA, o Insurgente. Neste texto, um tal Luís A. Silva congemina, por entre uns quantos erros de ortografia, uma fábula presciente em que adivinha reacções ao caso, oriundas de sindicalistas, juízes, autoridades, etc. O clímax da fantasia: «Sobre responsabilidade, nada.» Isto à mistura com uma insinuação crápula acerca da «língua de origem dos avós» das pequenas e impunes almas criminosas.

Afinal, a tal «esquerda portuguesa» já nem precisa de dizer disparates. Estes vates apatetados encarregam-se de a acusar daquilo que eles imaginam que ela poderia vir a dizer! Não há fontes nem vislumbres de realidade a apoiar a tese? No problemo, lança-se mão dos delírios de correligionários.

Ah; já agora, a resposta de AAA a este triste caso é fulminante: «que tal baixar a idade de responsabilidade criminal?» Já o humanista Portas se tinha lembrado de recomendar cadeia (esse templo luso da reeducação) para os bandidos de 14 anos. Eu, se fosse ao AAA, apanhava-os logo na pré-primária, antes que aprendam a ler e se transformem em irresponsáveis esquerdistas.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

12 Responses to Fazer a festa, lançar os foguetes

  1. Pingback: blogue atlântico » Blog Archive » Sobre responsabilidade, nada (2)

  2. Pingback: O Insurgente » Blog Archive » O que faz falta é mais “social” - III

Os comentários estão fechados.