já que o quénia está que não se pode

azambuja-tigre.jpg

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a já que o quénia está que não se pode

  1. manito, pá. o desenho tá giro e quê. mas tigres, no quénia? aiai

  2. ernesta diz:

    f, porque é que o Quénia ha-de ser menos que a Azambuja, han?

  3. Maria João Pires diz:

    pois, q picuinhice, fernanda.

    bolas, pedro, com esse título potencias humor negro, assim que o li saiu-me logo uma outra frase batida “pois, está pela hora da morte”

  4. cara f, a azambuja não só tem tigres à solta como também um posto da gnr, coisa selvagem que os atrasadinhos do quénia também nunca conseguirão. e sim, eu sei que os elefantes da ásia têm as orelhas mais pequenas e essas coisas todas. ó joão, por quem és, sabes bem que nunca é minha intenção potenciar. mas que a frase potencia, potencia. potenciemos todos, alors [e pimba, consigo enfiar a minha primeira citação em francês].

Os comentários estão fechados.