The class voice

Os diários de Harold Nicolson são uma leitura muito recomendável a vários títulos: para os mais indiscretos (que gostam de coisas salacious e estão no seu direito, porque a palavra é linda, das mais bonitas da língua inglesa), oferece um interessante insight sobre um dos triângulos afectivos mais curiosos do século XX inglês (o próprio Nicolson, a sua mulher Vita Sackville-West, a inspiração do “Orlando” de Virginia Woolf, e esta última, embora sobre o casamento do Harold e Vita exista uma fonte mais rica, que é o “Portrait of a Marriage“, escrito pelo filho de ambos, o editor Nigel Nicolson); para os outros, é ainda assim um manancial de informações sobre a política e a sociedade inglesas, do ponto de vista de um conservador-liberal cosmopolita das upper-classes, muito engraçado de ler, sobretudo no que respeita aos anos da Guerra. Atente-se, por exemplo, nesta entrada, de 3 de Julho de 1940: “Have a talk with Jenkins [o pai de Roy Jenkins, que era deputado trabalhista à época], Attlee‘s P.P.S. [? Private Secretary?] Attlee is worried about the BBC retaining its class voice and personnel and would like to see a far greater infiltration of working-class speakers.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a The class voice

  1. JC diz:

    “Portrait of a Marriage” existe em mini série de TV e passou ignorado, em tempos, não me lembro se no People & Arts se na SIC Mulher. Pena, pois é bastante recomendável, principalmente quando comparada com o que aí vai de séries HBO. Não li o livro, mas a série foca essencialmente não a relação com Virginia, mas a mais importante da vida de Vita, com Violet Trefusis, filha de Alice Keppel, amante de Eduardo VII. Vale a pena encomendar ambos na Amazon, o livro e a série.
    JC

  2. JC diz:

    Já agora, quem quiser pode ir vendo a série de Tv aqui: http://eusouogatomaltes.blogspot.com/2008/01/portrait-of-marriage-1.html
    Cumprimentos

  3. António Figueira diz:

    Obrigado pelo vídeo!

  4. CARLOS CLARA diz:

    “Portrait of a Marriage” , a pequena série, foi-me enviada há muito tempo de Londres em cassete, aquelas boas coisas que os amigos se lembram de gravar e oferecer. Ainda hoje em dia vejo partes . Excelente. O livro perdi-o a meio e não comprei outro… acontece. Quanto à inspiração de Virginia Woolf, ainda bem que a teve. Belo livro.

  5. ezequiel diz:

    Olá a todos,

    passo por cá para Vos convidar para umas visitinhas, se Vos apetecer é claro, ao meu blog temporário (só até ao fim das eleições Americanas). Por ora, a coisa está calma. Dentro de algum tempo partirei para os EUA de onde postarei umas postas sobre a campanha electrificante de Barack Obama, que tenciono seguir, atentamente. Um grande abraço para todos os membros do 5dias.

    ezequiel

  6. ezequiel diz:

    oops…

    esqueci-me de mencionar o blog

    http://www.osonhoamericano.blogspot.com

Os comentários estão fechados.