O melhor filme do ano

A tradução do título para português perde muito: Eastern Promises transformam-se em Promessas Perigosas. É bastante superior, na minha opinião, ao anterior A History of Violence, que tinha alguns aspectos de filme do Homem Aranha, como a cena em que o filho do protagonista “avia” literalmente três agressores, descobrindo uma espécie de super-poderes “genéticos”. Este filme é completamente negro e com uma realização crua. Estranhamente, não se encontra na lista do nosso cinéfilo preferido.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.