Amigo dos seus amigos

Odeio o Trichet. Todos os meses confirmo o meu ressentimento quando pago ao banco a prestação galopante da casa. Detesto aquele ar lampeiro de quem tem só certezas. Acho o Banco Central Europeu muito mais monetarista do que o seu congénere norte-americano que se preocupa com o desenvolvimento para além da inflacção. As razões desta atitude de Trichet e dos seus pares estão bem espelhadas nesta notícia, do Diário Económico, em que se dá eco às críticas do líder dos conselheiros económicos da chanceler Angela Merkel, Bert Rurup, que acusa o BCE de exagerar na liquidez que está a injectar nos mercados para facilitar a vida aos especuladores.

Quem é amigo, quem é? Quem vai ter um excelente emprego num grande banco quando acabar a comissão de serviço no BCE, quem vai?

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to Amigo dos seus amigos

Os comentários estão fechados.