Paris em Lisboa

Eu costumo ouvir a Rádio Europa (ex-RPL) porque passa um jazz porreiro (e eu já sei de cor a discografia da Rádio Class, antiga Rádio Luna). O problema é que eles às vezes abrem a boca, e os resultados são quase sempre lamentáveis. A propósito da morte do EPC, acabei de ouvir uma menina ler um obituário que parecia da antiga Emissora Nacional, e que nos ensinava que ele tinha tirado “filologia romântica” na faculdade (sic). E isto é o EPC sendo amigo da França, imagina se não fosse… Não podem limitar-se a pôr no ar os noticiários da RFI e dar uma folga aos indígenas?

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 respostas a Paris em Lisboa

  1. carreira diz:

    Também ouvi. Nem queria acreditar, resultado dos tempos.
    Fiquem-se pela música.

  2. A palavra filologia, é originária do grego – «philologia» que significa: amor às letras, assim sendo, filologia romântica parece-me bem … «love is all you need» cantavam os outros.

  3. António Figueira diz:

    Claro: se há licenciaturas em filologia clássica, porque não há-de haver também em filologia romântica?…

  4. Não gostam das locutoras “Rádio Europa Lx”? Então aproveitem a boa música (“jazz” e não só…) e esperem, pacientemente, pelas fulgurantes aparições vocais (não confundir com bucais, ou boçais) da Helena Sacadura Cabral (na interessantíssima rubrica “Fio-de-prumo”) e da Helena Matos (na “pedagógica” e sempre “concisa” rubrica “Antes pelo Contrário: um retrato ecológico do nosso tempo”): não há má-disposição que resista…

  5. António Figueira diz:

    Conheço ambas. São muito boas. A Helena Matos apanha-me sempre (ou apanho-a eu a ela, não sei bem) sempre que vou a chegar a casa. Mas depois, oiço as risadas das crianças, sinto o perfume do jantar que fumega no lar… e esqueço-me de tudo. Love, forgive and forget.

  6. Pingback: cinco dias » Paris (cada vez mais) em Lisboa

  7. Inês K. diz:

    Que tal ouvirem as notícias onde elas efectivamente devem ser ouvidas? Na TSF, claro. Tão simples quanto isso. Música na Europa. E à hora certa, que tal carregar no botãozinho?

  8. moloch diz:

    agora digo eu, que a amiga Inês K é também uma romântica, a seu modo. Com que então noticiários a sério são na TSF?!.. Pois , pois, foi chão que deu uvas, foi. Hoje é mais engaço para água pé…

  9. Dalia Botelho diz:

    Boa noite, sou uma estudante de Ciencias da Comunicacao e estou a fazer um trabalho academico sobre a Euranet e a Radio Europa. Gostaria de recolher algumas opinioes dos seus ouvintes e para isso queria pedir-lhe a sua colaboracao. Queira contactar-me para o seguinte e-mail – dalia.sg.botelho@nullgmail.com. Agradeco desde ja a sua atencao.

Os comentários estão fechados.