Sebastianismos

Já percebi porque é que o S.L.Benfica é o clube de seis milhões de portugueses: é o que melhor incarna as valores pátrios, entre os quais avulta o sebastianismo. Viveu durante anos no “mito do novo Eusébio”, à espera de encontrar, de preferência a custo zero, um diamante em bruto que fosse o seu novo “abono de família” e o levasse de volta à glória dos anos 60. Agora, mais modestamente, excita-se com a chegada de Camacho, que é o novo salvador da pátria encarnada: mal voltou, num só dia venderam-se mais bilhetes do que nas duas semanas anteriores e disseram-me (não confirmei) que quatro mil tipos tinham comprado uma camisola oficial do clube para poderem assistir ao primeiro treino do homem no Seixal. É comovedor.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to Sebastianismos

Os comentários estão fechados.