É anónimo e é mau.

 O tal blog a defender Carmona nem devia merecer comentários porque é anónimo. Mas isso não o tem impossibilitado de ser notícia, não tem impedido que se dê eco aos que defendem um político sem dar a cara. Espero que a esses não escapem pérolas como estas: 

Pérola matemática pura: 

“Isto não é uma “teoria da conspiração”, criada por um espírito distorcido. Há, sim, uma constatação de factos, uma análise a uma sucessão de acontecimentos, que se desejam apresentar como aparente coincidência, mas sobre os quais se pode estabelecer uma correlação clara, posso mesmo dizer matemática pois, estatisticamente, a probabilidade estatística da sua sequência, do seu teor e da sua distribuição, serem aleatórios, é tão pequena, que a podemos ignorar.” 

Pérola literatura pesada 

“E mais: (Sá Ferandes) continuará a atrasar obras; mas não conseguirá demolir o betão. Especialmente quando a massa do betão é a dignidade e a honra das gentes dignas e honradas.” 

Pérola sensibilidade e bom-gosto

 

“Veremos se Marques Mendes tem uma dimensão além do seu tamanho ou se é um político vulgar sem coragem de ir contra a corrente.”

Sobre Joana Amaral Dias

QUARTA | Joana Amaral Dias
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to É anónimo e é mau.

Os comentários estão fechados.