Vista de Sírius

Vista de Sírius é que Lisboa é bonita. Ou então, mais modestamente, vista de avião, quando eles fazem a curva pela Caparica, ou do alto de um oitavo andar, como aquele em que eu trabalho agora. Vista de cima, Lisboa passa a ter sentido: não se vê a pobreza, a sujidade, a incúria, os sinais de trânsito sempre tortos por sistema, os eco-pontos tão modernos a transbordar de merdariana, os montes de cartão com portugueses mal-sucedidos lá dentro. Lá de cima, nem sequer se vê o novo DN, tão feiinho que ele é. A melhor maneira de ver Lisboa (como aliás tudo o resto) é à distância: não faz tanta pena.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to Vista de Sírius

Os comentários estão fechados.