História com barbas

 Lê-se, na contra capa do Público de hoje: “Dia da Mulher: Portuguesas são mães aos 28 anos e vivem até aos 81”. Na página 8, repete-se o headline, que se refere aos dados actualizados do INE a propósito do Dia Internacional da Mulher. Podiam ter destacado, para titular a notícia, outros dados, como o aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, ou a percentagem de abandono escolar, substancialmente inferior à dos homens. Mas não. O adiamento da maternidade é que é o chamariz. Uma história com barbas.

Sobre Joana Amaral Dias

QUARTA | Joana Amaral Dias
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to História com barbas

Os comentários estão fechados.