Espuma dos dias

bilal.jpg

Bilal e o programa da Teresa Guilherme

Este final da semana vai ser dedicado a três temas maiores: a traição dos intelectuais, Itália e França. Pelo caminho, se houver tempo, vou abordar a transformação do programa “Clube dos Jornalista” (que parecia ter fugido dos anos 70) no “Clube dos Maoistas empalhados”, uma espécie de voz do dono com directores de jornais… Como sempre, estas promessas podem não se cumprir.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Espuma dos dias

  1. l diz:

    Ora, porquê elaborar um post para prometer posts eventualmente improváveis? Muito mais simples postar ou não postar. Tão só.

  2. vasco morais diz:

    Cuidado, Nuno: não estará a fazer confusão entre o programa da RTP/2 «Clube dos Jornalistas» (muitas vezes moderado pelo Ribeiro Cardoso e até pela Estrela Serrano) com um novo programa também na 2: chamado salvo erro «Clube de Imprensa» e que tem como «pivot» a Teresa de Sousa, ou seja, o nosso «Jean Monnet de saias»?

  3. Nuno Ramos de Almeida diz:

    I,
    Chama-se a isso auto-promoções.

    Vasco Morais,
    Tens toda a razão. Para quando, a estreia dos programas “o clube dos repórteres” , “o clube dos estagiários”, “o clube dos editores de fecho”…

  4. Nuno,
    Está a ser injusto ao tratar o programa “Clube de Jornalistas” dessa forma.
    Provavelmente nunca viu, não sei, agora uma coisa é certa é o único que discute as questões do jornalismo em Portugal.
    Cumprimentos
    Sérgio Alves

  5. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Sérgio,
    Eu gosto dos anos 70, tirando a roupa. E vi e gostei alguns programas do Clube dos Jornalistas…

Os comentários estão fechados.