Neo-commentators

Artigo do FT de hoje sobre os comentadores neo-conservadores que ajudaram a levar os EUA para a guerra, e que muito se recomenda aos seus émulos nacionais com excesso de zelo e deficiente capacidade de auto-avaliação.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Neo-commentators

  1. Ezequiel diz:

    BBC HARDtalk, hoje. Não percas!

    Já agora, Cher Antoine, quem são os émulos nacionais??? Há o Vasco Rato…e os outros, quem são?????

  2. António Figueira diz:

    Dear Z,
    É sempre chato dizer nomes, tanto por causa dos visados como por causa dos olvidados, mas os melhores e mais recentes exemplos parecem-me ser os artigos de Rui Ramos no Público de 3 e 10 de Janeiro (no links available, só para assinantes), o primeiro dos quais mereceu esta resposta, que se recomenda, no 31 da Armada: http://31daarmada.blogs.sapo.pt/167348.html
    Cumprimentos, AF

  3. Sérgio diz:

    Caro António Figueira,
    Temos de agradecer-lhe o link para o FT. Fora isso, numa consulta ao Expresso de sábado passado, surgem dois nomes habituais: João Pereira Coutinho e aquele Prof. de assuntos internacionais (falha-me agora o nome) da Católica que escreveu para lá um artigo.
    Esta gente deve querer esquecer as dores do Iraque abrindo nova ferida no vizinho do lado.
    Rufam os tambores da guerra e, vai daí, começam a salivar…
    Atenciosamente,
    Sérgio.

Os comentários estão fechados.