Os amigos da Turquia

O Primeiro-Ministro turco afirmou que o Papa, quando visitou o seu país, lhe disse que era a favor da sua adesão à UE e a Casa Branca também já fez saber que é da mesma opinião. A afirmação de Erdogan vale o que vale (o próprio Papa nunca confirmou nem desmentiu as palavras que lhe eram atribuídas), mas suscitam uma questão (pelo menos): que legitimidade têm terceiros – sejam eles Bento XVI ou George Bush – para se pronunciar sobre o que a UE deve ou não fazer em relação à Turquia? A UE acaso opina sobre se o Vaticano ou os EUA devem alargar ou encolher? Salta à vista o que o alargamento a 25 já fez à União, salta ainda mais que quem patrocina agora a adesão da Turquia não é quem quer uma União politicamente forte.

 

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

7 Responses to Os amigos da Turquia

Os comentários estão fechados.