My name is Fernandes, José Manuel Fernandes

O inenarrável José Manuel Fernandes, uma espécie de comissário político honorário da administração Bush em Portugal, escreveu estas linhas:

O site do Bloco de Esquerda era uma delícia (…) Na primeira notícia dava-se conta, de forma amigável e mesmo simpática, da manifestação do Hezbollah que tinha por objectivo derrubar o governo democrático do Líbano. Na segunda exultava-se com o alegado fracasso de uma greve contra o golpe de Estado constitucional em curso na Bolívia, onde o recém-eleito Presidente quer aprovar uma nova constituição por maioria simples e não de dois terços (era interessante saber o que pensaria o Bloco se o PS, que tem maioria na nossa AR, tivesse idêntico projecto). Na terceira exulta-se com a vitória antecipada de Hugo Chávez, o caudilho venezuelano. Hezbollah, Morales, Chavez -é caso para dizer ao Bloco: «Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és…».

Os leitores podem ler o Esquerda.net julgar com a sua inteligência. Apesar de ser um espaço partidário, no Esquerda gostamos de dar artigos diversificados para as pessoas reflectirem. Por exemplo, no dossier sobre a Venezuela publica-se até um interessante texto de Francis Fukuyama de denúncia do chavismo.

Digamos que a única diferença, em relação à cobertura do Público (que esta semana destaca Cuba, Venezuela e Líbano) é que no Esquerda também se publicam opiniões favoráveis a Chávez.

Sintomaticamente, o director do Público não divulga o endereço do Esquerda, para as pessoas não poderem ajuizar por si. Mas, o que seria de esperar de um director que teve uma posição tão compreensiva a quando do golpe de Estado promovido pelos Estados Unidos, contra o presidente eleito da Venezuela…

Nota: Sou editor do Esquerda, embora esteja fora do país e, por isso, não tenha responsabilidade directa sobre os textos em questão.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

1 Response to My name is Fernandes, José Manuel Fernandes

Os comentários estão fechados.