As mamas para a família cristã

nun-09027.jpg

(Isto não é o Ferreira Fernandes)

O Correio da Manhã publicou, 27 anos depois da sua fundação, o seu estatuto editorial. O documento reza (a palavra é propositada) o seguinte: “O Correio da Manhã apoiará de forma firme a instituição Família, o direito à Vida e assume o seu apreço pelas raízes cristãs da sociedade portuguesa”. Ficamos sem saber quem elaborou estas pias letrinhas e quem as aprovou: o proprietário? o director? a redacção? o antigo revolucionário Ferreira Fernandes, hoje convertido em carmelita descalça?
Para reflexão dos proprietários do Correio da Manhã (o jornal diário mais vendido em Portugal), aqui fica uma historinha sobre a imprensa do Reino Unido. Na genial série “Yes minister” definiram, um dia, os jornais britânicos da seguinte forma: “O Times é lido pela as pessoas que pensam que ainda mandam no Reino Unido; o Guardian é comprado pelas pessoas que julgam que deviam mandar no país; o Financial Times é adquirido pelas pessoas que de facto mandam na Grã-Bretanha; o Sun é levado pelas pessoas que se estão nas tintas para quem manda aqui, desde que tenha mamas”.
Amiguinhos, já bastam os colunistas de extrema-direita, não dêem cabo da galinha dos ovos de ouro com gargarejos de água benta.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias, Nuno Ramos de Almeida and tagged . Bookmark the permalink.

14 Responses to As mamas para a família cristã

  1. Pingback: cinco dias » Um título lamentável

Os comentários estão fechados.